O novo Escritório e a Revolução Digital


Quando, em 2012,  a rede social Instagram foi vendida ao Facebook por 1 bilião de dólares, empregava 13 pessoas e tinha 30 milhões de utilizadores. Entretanto, poucos meses antes, a Kodak, que chegou a ter 145.000 colaboradores, decretava falência. Este foi um dos vários exemplos que a revista Economist apresentou na sua edição de Janeiro deste ano, cujo tema de capa é a revolução digital e o impacto da mesma no mercado de trabalho.

Tal como aconteceu na Revolução Industrial há 200 anos atrás, assistimos hoje a grandes mudanças nos modelos de trabalho e algumas consequências, no que respeita à utilização dos espaços de trabalho, são já visíveis.

 A chamada revolução digital afecta não só o funcionamento das empresas que produzem tecnologia, mas também as empresas e os profissionais que estão ligados à rede 24 horas por dia. Ou seja, quase toda a gente.

 As políticas de BYOD (Bring Your Own Device) são já uma prática habitual em pequenas e grandes empresas, que encaram o espaço de trabalho como o local onde os profissionais estão em cada momento, em contraponto com o tradicional escritório. Estudos internacionais apontam para elevados níveis de ineficiência na utilização de espaços de trabalho, estimando-se actualmente que os escritórios estão desocupados 40% do tempo, numa altura em que a mobilidade e a flexibilidade são palavras-chave e conceitos como o coworking, escritório virtual e teletrabalho ganham cada vez mais adeptos.

As empresas estão cada vez mais a adaptar os modelos de trabalho às novas gerações de profissionais, denominados millennials, que olham para o escritório como o prolongamento da sua casa ou da esplanada.
Os chamados "terceiros espaços”, localizados entre os vértices do triângulo - empresa, clientes e residência – parecem ser a grande tendência da nova economia suportada cada vez mais por esta Revolução Digital que está a tornar o escritório tradicional obsoleto e, ao mesmo tempo, está a criar excelentes oportunidades.

Carlos Gonçalves
CEO Avila Business Centers e co-autor do livro Out of the Office
Outros artigos
 
5 Razões para trabalhar no Avila Spaces (Lisboa,...
23Fev
Recentemente os espaços de trabalho flexíveis têm-se tornado numa escolha popular entre...
Avila Spaces inaugura oficialmente o Cowork Café
30Jan
Depois de ter entrado em soft opening desde o início de Dezembro, o Cowork Café foi oficialmente...
5 Razões para trabalhar no Avila Spaces (Parque das...
15Jan
Nos últimos anos, os espaços de coworking ganharam popularidade, apresentando-se como uma...
5 Razões para trabalhar no Parque das Nações
21Jul
O Parque das Nações destaca-se como um destino atrativo para os profissionais. Neste artigo...
Avila Spaces nomeado pela segunda vez para o prémio...
30Mar
Esta nomeação acontece no seguimento de o Avila Spaces ter sido considerado o Melhor Coworking...
Avila Spaces apresentado como caso de sucesso em...
25Nov
Durante o Cowork Summit (Madrid) e a Cowork Europe Conference 2022 (Amesterdão), o Avila Spaces...
Avila Spaces organiza quarta edição do Avila Golf...
17Set
O evento corporativo contou com um grupo de 100 clientes e parceiros, entre participantes no...
Avila Spaces é o Melhor Espaço de Coworking do Sul...
23Ago
Pela segunda vez em três anos, o Avila Spaces recebeu o prémio de Best Coworking Space do Sul da...
Avila Spaces fecha parceria com ActivBookings para...
22Mar
Desde o início de 2022 que empresas e nómadas digitais podem marcar experiências na plataforma...
Novo coworking do Avila Spaces já abriu no Atrium...
10Fev
O Avila Work City já abriu oficialmente no Atrium Saldanha, destacando-se como o primeiro espaço...
Avila Work City entra em 2022 com nomeações para...
01Fev
O novo espaço de coworking português do Avila Spaces, o primeiro integrado num centro comercial...
Avila Spaces ajuda IPO com venda de vinho solidária
17Dez
Depois do grande sucesso de 2020, o Avila Spaces volta a comemorar a época natalícia com...