Este mundo não é para Workaholics

O Mundo tem estado num paradoxo preocupante: se por um lado há cada vez mais ferramentas para poupar tempo; por outro lado, há cada vez menos Tempo e o que resta é cada vez mais o luxo deste século.

Ter riqueza pode já não significar ter dinheiro, mas acima de tudo tempo para usufruir dos benefícios do capital que se gera. Como afirmou José Mujica, ex-Presidente do Uruguai, quando compramos o último modelo de um smartphone, não o estamos a comprar com dinheiro, mas sim com o tempo de vida que gastamos a trabalhar, para ganhar dinheiro para o poder comprar.

Finalmente, o Mundo começa a perceber que o custo do Tempo na vida é aquele que mais interessa. O que foi moda nos anos 80 e 90, e que deu corpo ao movimento Yuppie ou aos Workaholics, revelou-se vazio ou mesmo ridículo.  As consequências estão à vista. A prevalência de doenças como a depressão e a ansiedade subiu em flecha: ser dono de um império mas não ser dono do seu próprio tempo é hoje trocado de ânimo leve por uma vida bem mais inteligente e socialmente lógica.

O que realmente interessa é o capital intelectual, o intercâmbio de ideias e a construção partilhada, e acima de tudo ter Tempo para o que é realmente importante e disfrutá-lo com qualidade, quer seja a praticar desporto, a brincar com os nossos filhos ao fim do dia ou simplesmente a meditar no silêncio.

É por isso que hoje, nos países mais desenvolvidos, vemos CEOs de grandes multinacionais discutirem as capacidades da sua nova bicicleta, em vez da performance dos seus carros, que deixaram de usar. E vemos empresas Start-ups, que hoje valem milhões de dólares no NASDAQ, nascer uns meses antes no seio de espaços de trabalho alternativos como o Coworking, usufruindo muitas vezes das vantagens do trabalho remoto através dos Escritórios Virtuais.


Este Mundo não é para quem guarda o poder para si, mas para quem percebeu qual o poder que há em si quando faz o trabalho em equipa e permite que todos tenham tempo para outras coisas para além do trabalho. Os novos modelos de trabalho vieram também contribuir para este novo paradigma, que rejeita cada vez mais os Workaholicos e saúda aqueles que valorizam o Tempo.

Carlos Gonçalves
CEO Avila Business Centers |Avila Coworking
Outros artigos
 
Avila Spaces fecha parceria com ActivBookings para...
22Mar
Desde o início de 2022 que empresas e nómadas digitais podem marcar experiências na plataforma...
Novo coworking do Avila Spaces já abriu no Atrium...
10Fev
O Avila Work City já abriu oficialmente no Atrium Saldanha, destacando-se como o primeiro espaço...
Avila Work City entra em 2022 com nomeações para...
01Fev
O novo espaço de coworking português do Avila Spaces, o primeiro integrado num centro comercial...
Avila Spaces ajuda IPO com venda de vinho solidária
17Dez
Depois do grande sucesso de 2020, o Avila Spaces volta a comemorar a época natalícia com...
Avila Work City: o novo e pioneiro conceito de...
08Out
O Avila Spaces abre, em Outubro, um novo conceito de coworking em Lisboa no Atrium Saldanha.
O mundo vai voltar a ser como era
27Ago
Há uns dias necessitei de agendar uma consulta médica e liguei para o meu Hospital.
Experimente o Páteo do Avila Spaces durante uma semana
09Ago
O Avila Spaces vai oferecer acesso grátis ao seu novo espaço de trabalho ao ar-livre, o Páteo,...
O Modelo Híbrido de Trabalho na era da 4ª Revolução...
02Jul
Todas as revoluções industriais marcaram um período de transição na história da humanidade.
Um novo modelo de trabalho flexível
21Abr
Flex Office é uma alternativa à sede das empresas e à casa dos colaboradores.O espaço de...
Avila Spaces doa 1025 euros ao IPO de Lisboa.
29Mar
Avila Spaces doa 1025 euros ao IPO de Lisboa: O valor foi conseguido com as vendas dos vinhos...
Flex Office - Um novo modelo de trabalho híbrido
24Mar
Este mês, o Avila Spaces deu uma entrevistaa Human Resources Magazine sobre o novo modelode...
Avila Spaces e Unoffice promovem trabalho remoto...
15Mar
Com o novo protocolo assinado entre o Avila e o unOffice abrem-se as portas para uma promoção...