Porque é que as grandes empresas apostam no Coworking?

Porque é que as grandes empresas apostam no Coworking?

É verdade que quando falamos em Sesta, o primeiro país do qual nos lembramos é Espanha. Mas, curiosa e provavelmente, o primeiro país onde as empresas instituiram as salas de sesta, por uma questão de produtividade, foi o Japão. Por outro lado e por falar em Japão, há uma história verídica que conta que ‘Quando um japonês faz greve, não deixa de comparecer ao trabalho (isso, segundo a cultura nipónica, seria faltar ao seu dever e, por conseguinte, ao respeito que a empresa lhe merece). Todavia e embora compareça ao trabalho, os trabalhadores japoneses quando estão em greve, limitam-se a executar ordens’.

Felizmente, nos países considerados mais emocionais, mas onde a sesta (ainda) é vista como coisa para preguiçosos e as greves implicam faltar ao trabalho, as coisas começam a mudar para melhor. A felicidade de um colaborador começa a ser vista como imprescindível para a sua motivação; e a sua motivação, como sabemos, está directamente ligada à sua produtividade, pois como todos sabemos, um trabalhador ocidental insatisfeito pode facilmente ser comparável a um japonês em greve: vai trabalhar, mas não pensa e só se limita a executar ordens (mas ao contrário do japonês, fá-lo de forma permanente, para prejuízo da empresa, até encontrar quem o faça feliz).

Poderá, por isso, ser este o grande motivo pelo qual tantas empresas, como a Accenture, Facebook, Pepsi Co. ou Cabify, terem optado pelo coworking. Não resolve tudo, mas ajuda em grande medida a criar colaboradores mais felizes, porque se sentem mais valorizados e compreendidos, logo mais motivados e produtivos. E as empresas só têm a ganhar com isso, mas não só com isso, quando incluem o coworking como modelo laboral. E a fórmula não podia ser mais simples.

As empresas que adoptam o coworking têm, logo à partida, a vantagem de usufruir da flexibilidade contratual deste modelo, face aos mais tradicionais:

- Podem arrendar postos de trabalho de acordo com o nº de colaboradores que contratam, tendo a opção de celebrar contratos mensais;

- Têm mais argumentos para atrair e reter outro tipo de talento, dado que os espaços de cowork são espaços de trabalho confortáveis, que valorizam o bom ambiente e o networking entre os utilizadores, oferencendo amenities (café, fruta, bebidas, etc) ou eventos de networking e de lazer, como yoga e meditação, entre outros.

- Ambientes de trabalho que geram criatividade e participação, mas também privacidade, quando algumas delas é precisa. Os espaços de Coworking corporativos disponibilizam secretárias em open space, mas têm também áreas lounge, escritórios privativos e salas de reunião - que são essenciais para sessões de trabalho que exigem privacidade.

- Os colaboradores tendem a sentir na primeira pessoa o equilíbrio entre a vida pessoal e profissional. Efectivamente, e por esta razão, há multinacionais que contratam espaços de coworking para que os seus colaboradores trabalhem a partir daí, parte do tempo. Desta forma, são mais produtivos e felizes, podem estar mais perto de casa, da escola dos filhos e melhoraram a sua qualidade de vida, evitando assim factores que geram quebras de produtividade e de felicidade, como o trânsito, sedentarismo, poluição, diminuição do tempo de qualidade e de usufruto da família e da vida social.


Eis um assunto sobre o qual vale a pensa dormir, na sua próxima sesta…

Carlos Gonçalves, CEO Avila Spaces


 
Avila Spaces lança plataforma de networking virtual
02Nov
Avila Spaces lança plataforma de networking virtual para promover negócios entre empresas no...
Avila Spaces inclui 6 meses de ginásio gratuito nos...
15Out
A parceria entre o Avila Spaces e a rede de Ginásios Fitness Park enquadra-se numa estratégia de...
2ª edição do Avila Golf Challenge foi um sucesso!
06Out
O evento corporativo contou com um grupo de 22 golfistas e planeia já a 3ª ediçãoO Avila Spaces,...
Avila Spaces: O Modelo Híbrido é cada vez mais uma...
28Set
Este mês, o Avila Spaces deu uma entrevista ao Magazine Imobiliário sobre as novas tendências...
De que forma um espaço de cowork pode atrair e...
28Ago
A aposta em espaços de coworking não pode ser apenas vista como uma alternativa ao...
Barómetro Avila Spaces sobre Teletrabalho
30Jun
Barómetro Avila Spaces sobre Teletrabalho aponta nova tendência de trabalho no pós-pandemia: o...
Avila Spaces disponibiliza download gratuito do...
01Abr
O livro Out of the Office, do qual o CEO do Avila Spaces Carlos Gonçalves é co-autor, conta...
O melhor espaço de coworking nos South Europe...
13Mar
O Avila Spaces foi distinguido como Best Coworking Space do Sul da Europa, depois de em Dezembro...
Carlos Gonçalves é embaixador da Great Place to...
30Jan
Depois de ter sido o primeiro espaço de cowork e centro de escritórios a receber, em Portugal, a...
O Coworking Corporativo faz sentido
13Jan
Porque é que o Coworking Corporativo faz sentido para as empresas?
Best Coworking Space em Portugal dos South Europe...
17Dez
Depois de ganhar o prémio de Melhor Coworking de Lisboa e de receber a certificação Great...
O Escritório Físico Vs Escritório Virtual
14Out
Passados bastantes anos sobre a criação do Escritório Virtual, há conclusões complementares que...